BrasilNotícias

Bloqueios atingem de 15% a 54% dos recursos que podem ser cortados das universidades federais, diz Andifes

Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) foi a mais atingida. Os bloqueios orçamentários das despesas discricionárias das universidades – ou seja, aquelas que podem sofrer cortes – variam de 15,82%, na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), a 53,96%, na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (16) pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior no Brasil (Andifes).
Essas porcentagens foram calculadas em relação a dois conjuntos de despesa: as de custeio (contas de luz, água, telefone, pagamento de terceirizados, verba para pesquisas) e as de investimento (obras e seus equipamentos).
Show More

Artigos Relacionados