BrasilNotícias

Frentista é preso em flagrante acusado de desviar dinheiro público em SP

Frentista atuava em parceria com outro funcionário e um servidor público utilizando o cartão de abastecimento de uma viatura da Prefeitura de Santos (SP) que está quebrada desde 2018. Prejuízo aos cofres públicos é de R$ 187 mil. Posto de combustíveis onde frentista trabalhava fica em Santos (SP)
Divulgação/Polícia Civil
O frentista de um posto de combustíveis foi preso em flagrante por ser suspeito de usar indevidamente o cartão de abastecimento de um veículo que pertence à Prefeitura Municipal de Santos, no litoral de São Paulo. De acordo com a polícia, o carro está parado desde 2018 por problemas mecânicos e o prejuízo aos cofres públicos chega aos R$ 187 mil.
A prisão foi realizada por policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos que ficaram de ‘campana’ próximo ao posto, localizado na Rua Silva Jardim, no bairro Macuco, e contaram com a ajuda de funcionários públicos para acompanhar as transições do cartão.
Segundo as equipes, o frentista atuava em parceria com um funcionário municipal e outro frentista do posto, que trabalha no período da manhã. Dermival de Jesus, de 45 anos, foi preso em flagrante após demonstrar nervosismo ao ver a chegada dos policiais no estabelecimento.
Os agentes se aproximaram do caixa, onde estava Dermival, e encontraram o cartão da prefeitura jogado em cima da mesa. O funcionário então confessou a utilização do cartão. Segundo a polícia, Derminal recebeu o cartão de um servidor público e todos os dias o cartão da viatura, que está quebrada desde o ano de 2018, era passado nos terminais do posto. Ao final do dia, o servidor dividia o valor obtido com Dermival.
Os policiais apuraram que o frentista preso em flagrante era o caixa da tarde, enquanto outro funcionário, que ainda não foi capturado, opera o caixa na parte da manhã. O cartão também era debitado durante as manhãs o que, segundo a polícia, comprova o envolvimento também do segundo funcionário.
Conforme planilhas encaminhadas pela Prefeitura para a Polícia Civil, o prejuízo aos cofres públicos é de R$ 187 mil desde maio. Após o flagrante, Dermival foi encaminhado para a cadeia anexa ao 5º Distrito Policial de Santos e deverá passar por audiência de custódia nesta sexta-feira (8).
Show More

Artigos Relacionados